01.

Doula de Adoção

 O que faz uma Doula? Escuta ativa. Empatia x Simpatia. Papel de atuação da Doula de Adoção.

Como ajudar no processo da adoção? 

Como é o modelo de atuação que pode contribuir para cada família e etapa do processo? 

Elaboração de qual é a real motivação para vivenciar a maternidade via adoção, desejo de ser mãe/ pai, possível luto do filho não biológico, construção do vínculo. A espera e como lidar com a expectativa e ansiedade.

02.

Aspectos psicossociais

da Adoção

O sistema de acolhimento. Papel da equipe técnica - adoção como medida excepcional. Abandono x entrega responsável. Aspectos psicossociais relacionados a adoção. Procedimentos. Eca. Adoção tardia. Programas do TJ SP. Compartilhamento de experiências e boas práticas. Oficina sobre fundamentos inter-raciais. Racismo estrutural. Termos acolhedores sobre adoção. Mitos e verdades do processo. Estigmas culturais da adoção.

03.

Origem 

O parto - História da criança. Imprinting psicológico do nascimento naquela criança. Ferramentas de processo de cura, Renascimento, Ciência do Início da Vida, traumas transgeracionais. A entrega para a adoção, acolhimento. Institucionalização, abrigamento. Negação da origem 

04.

Adaptação e Puerpério

A chegada do filho na família. Adaptação entre eles. Início do puerpério parental. 

Auxilio e acolhimento de uma possível dor de não sentir dor. A ausência da gestação e uma possível dor do parto na legitimação da maternidade. O acolhimento desse aspecto pela Doula de adoção auxilia a criação do vínculo e apego afetivo com o filho, ressignificando a maternidade. Auxilio na construção de uma rede de apoio. 

Um puerpério conflituoso pode causar grandes efeitos emocionais gerando uma devolução da criança ao sistema.
A devolução como um desfecho ruim é nada mais que um novo abandono.

05.

Carga Horária

36 horas de aulas online e ao vivo
 
+ 15 horas de aulas gravadas

20 horas de certificação: estágio e trabalho escrito
com orientação supervisionada 
06.

online